Apoio

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Maior Queimada da História em Petrópolis

Maior Queimada da História em Petrópolis
De acordo com o chefe da Unidade de Conservação da Reserva Biológica de Araras, Ricardo Ganem, desde que entrou para a Rebio Araras, há 18 anos, nunca houve um incêndio de tamanha proporção como o que ocorre em Petrópolis há quase duas semanas.
Desde que começou, no dia último dia sete, estima-se que mais de três mil hectares já foram devastados na cidade. Segundo ele, o atual já superou o incêndio de 2007, um dos piores na região Serrana.
– Eu Estou há 18 anos como diretor e chefe da Unidade de Conservação de Araras e trabalho diretamente com combate a incêndios.
O Pior até hoje foi o de 2007. Mas posso garantir que o atual já superou, posso garantir que este é o pior dos últimos 20 anos – diz.
A impressão é Reforçada pelo comandante do destacamento de Itaipava do Corpo de Bombeiros, Coronel Roberto Robadey Jr.
– Não posso dizer que é a maior, mas nos meus 29 anos como bombeiro, eu nunca vi nada parecido. O maior que eu já atuei até hoje foi o de 2007, em Nova Friburgo. Mas esse eu posso dizer que está maior uns 40% – analisa.
O Secretário de Defesa Civil, Coronel Rafael Simão, também confirma que essa é a maior em área queimada, apesar de não precisar o tamanho da devastação – o destacamento de Itaipava, responsável por fornecer dados oficiais, também não sabe qual a área já incendiada.
– Todos os anos há queimadas, mas esse ano a área queimada está acima da média e também há um grande número de focos – fala Simão.
Ontem (sábado) pela manhã, de acordo com Ricardo, os Bombeiros do destacamento de Itaipava, com o auxílio de dois helicópteros – um da Marinha e outro da Polícia Militar – conseguiu extinguir um foco na Estrada das Perobas, em Araras.
Em seguida, os helicópteros foram colocados para atuar no combate ao foco no Brejal e no Taquaril. Além disso, oito bombeiros e sete guardas municipais atuavam por terra.
Essa Equipe também estava trabalhando no Alto do Pegado, em Pedro do Rio e Secretário, onde o fogo estava avançando.
No Calembe, em Nogueira, uma Equipe foi averiguar um foco que foi informado pelos moradores.
* Por que a queimada não acaba?
De acordo com Ricardo Ganem, os Inimigos São as Condições Climáticas. Ele garante que está sendo feito tudo que pode pelas equipes trabalham no combate ao fogo.
– Os Piores Inimigos São:
* A Temperatura Alta, a Falta de Chuva, Umidade Baixa e a Vegetação Muito Seca.
Nós Estamos fazendo tudo o que é possível: Equipes na Terra, com Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Militar, e também pelo Ar, com helicópteros da Marinha, da PM. Nada operacional está em falta, nós temos bons recursos para poder atuar – informa Ricardo.
Cel. Simão também apontou o Vento como Prejudicial neste sábado. Mas, o Secretário é outro que aponta que a Resposta às Queimadas Foi Eficiente.
– Com Certeza nunca vi resposta tão boa. Tanto pelo número de bombeiros, de viaturas e até mesmo de aeronaves, o resultado foi uma resposta rápida e eficiente – considera. Segundo ele, as grandes preocupações são as áreas de preservação ambiental e que possuem casas.
Por isso, o Coronel José Maurício Padrone, da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais da Secretaria de Estado do Ambiente, um trabalho importante é o da conscientização da população para não usar fogo de maneira que possa gerar novos focos.
– A Polícia Ambiental está fazendo um trabalho de formiguinha, conversando com os moradores de áreas próximas aos focos para não usar fogo para qualquer atividade, seja para queimar lixo ou qualquer outra coisa. Qualquer fagulhar, a essa altura, é fatal – afirma Cel. Padrone.
Ele Orienta que os vizinhos fiquem atentos para o surgimento de focos e pede que denunciem caso vejam alguém colocando fogo de maneira perigosa. Segundo o cel., esse trabalho de conscientização vai perdurar enquanto “São Pedro não ajudar”. E a previsão é de que só chova por aqui na terça-feira.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Roer petrópolis nas comunicações devido ao grande numero de focos de incêndio Na cidade .

Equipe Operacional em deslocamento para o Setor Ponte Funda - Vale das Videiras.
06 Guarda Parques, 01 viatura e 02 quadriciclos que serão responsáveis em acessar as partes mais altas para levar suprimentos, moto bombas, ferramentas e outros.
Rádio Operadores do Roer Petropolis já em operação com a Rebio-araras Inea.
Maiores informações :https://www.facebook.com/roerpetropolisrj



























domingo, 12 de outubro de 2014

Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos

Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos
Parabéns ao Nupdec Vale Do Cuiabá e toda a comunidade do Gentio e Benfica pela solidariedade e trabalho em conjunto! !
Celebrarmos esse dia com muitas brincadeiras socioambientais, ensinando desde pequeno a importância da prevenção!!!
Muito agradecidos pelo convite..Conte Conosco sempre (Roer petrópolis)