sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Convido a todos os amigos e simpatizantes da Roer para participarem e conhecerem o nosso trabalho.

Convido a todos os amigos e simpatizantes da Roer para participarem e conhecerem o nosso trabalho. 




 ESTAREMOS NESTE SÁBADO,DIA 29 DE SETEMBRO DE 2012, DE 16 ÁS 19H., -NA COMUNIDADE DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS ,EM BENFICA (ITAIPAVA) ,PARA PA...
RTICIPAR DO FEIJÃO AMIGO COM OS MORADORES DE BENFICA,ESTRADA DAS ARCAS,MME MACHADO , VALE DO CUIABÁ E ARREDORES,NUMA REALIZAÇÃO DO PROGRAMA MÃOS A OBRA DA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
ESTAREMOS LÁ,JUNTO À COMUNIDADE,PARA MOSTRAR COMO FUNCIONA E COMO O RADIOAMADOR PODE AJUDAR A POPULAÇÃO.
Ver mais

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Prefeitura De Cabo Frio alerta para a probabilidade de chuva de granizo


Prefeitura De Cabo Frio alerta para a probabilidade de chuva de granizo  


A Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública, alerta para a probabilidade de chuva de granizo na cidade, nas próximas 24 horas. O alerta foi dado ao município no início da tarde desta quinta-feira, dia 20, pela Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro.
O Secretário de Ordem Pública, Gilson da Costa, pede que a população evite sair de casa neste período e procure não deixar os veículos expostos, a fim de evitar incidentes. A Defesa Civil do município e demais órgãos de segurança já estão tomando as devidas providências com o objetivo de evitar transtornos .

Mau tempo deixa Porto Lucena em cenário de guerra


Mau tempo deixa Porto Lucena em cenário de guerra


A CVBSM ESTA LANÇANDO CAMPANHA DE AJUDA HUMANITARIA
PARA AS VÍTIMAS DOS TEMPORAIS QUE ATINGINRAM VÁRIOS MUNICIPIOS DO RS
 Município decretou situação de emergência e deverá receber visita do governador Tarso Genro nesta quinta-feira






 Família conserta telhado destruído pelo vento e pelo granizo que atingiram a cidade Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Marcelo Gonzatto, enviado a Porto Lucena

Uma cidade da região noroeste do Estado amanheceu nesta quarta-feira sob um cenário semelhante ao de uma zona de guerra.
Os 5,4 mil habitantes de Porto Lucena foram bombardeados na noite de terça-feira por rajadas de vento e granizo que provocaram danos em mais de 90% das casas, derrubaram árvores e postes de luz, deixaram o município sem energia ou água e aterrorizaram a população — que procurou abrigo debaixo de mesas e camas.
Por volta das 19h30min, a chuva de pedras de gelo desabou na forma de um ataque relâmpago com duração entre cinco e 10 minutos. A dona de casa Antônia Zeppe, 50 anos, se apavorou com o estouro de granizos de diâmetro equivalente ao de laranjas contra o telhado. Juntou as três crianças da casa embaixo da mesa da cozinha e se pôs a rezar.
— Achei que ia terminar o mundo pelo barulho que dava — sustentou.
A poucos quilômetros dali, no centro da cidade, a moradora Iranir Olsson, 59 anos, guiava seu Gol rumo a um evento em um CTG. Só teve tempo de estacionar o carro sob uma árvore enquanto as pedras quebravam vidros do carro e amassavam a lataria:
— Deixei a luz e o motor ligados para amenizar o medo. Achei que ia furar o teto.
Nesta quarta, carros circulavam pela cidade com os para-brisas rachados e a lataria marcada, em ruas cobertas de folhas, galhos e postes de luz que desabaram. Em cada quadra, moradores se encontravam nos telhados tentando compensar os estragos com lonas.
Enquanto Iranir aguardava horrorizada a tormenta passar, quem estava no CTG fugiu às pressas dos estilhaços de telhas.
Fila de moradores para receber lonas
O terror se instalou na Escola Estadual Argentina, onde cem alunos tinham aula. Quando o granizo começou a desmanchar o teto do prédio de dois pisos, a diretora Dalvacir Carazzo imaginou que eram os alunos batendo com as mãos nas classes para fazer algazarra com a falta de luz.
— Quando vi, as pedras começaram a estourar os vidros dos corredores e das salas de aula — narrou a diretora.
Os alunos, em pânico, se amontoaram embaixo das classes. A vice-diretora da noite, Elisiane Carazzo, 41 anos, organizou uma retirada emergencial. Mas, como o gelo atingia as janelas como bombas, cacos de vidro voavam por todos os lados. Elisiane e estudantes, sofreram cortes leves no rosto.
— Tinha alunos e professores chorando, agarrados uns aos outros — recordou ela.
Cerca de 30 pessoas sofreram ferimentos leves no município — e um morador sofreu traumatismo craniano ao cair do telhado.
A prefeitura também sofreu danos graves. A maior parte do forro desabou, o que obrigou o prefeito Leo Miguel Weschenfelder a transferir seu gabinete para uma sala do hospital São José. Graças a um gerador, o estabelecimento era um dos poucos locais com energia elétrica e conexão telefônica na região. Antes disso, ao tentar entrar na prefeitura, Weschenfelder sofreu um corte profundo no pé provocado por um caco de vidro.
Para escapar do bombardeio climático, muitos moradores correram com suas famílias para os banheiros das suas casas — onde a estrutura do forro era mais reforçada do que no restante da moradia.
Até o coordenador regional da Defesa Civil, tenente Ederval Martinelli, correu para o banheiro com a filha de 10 anos.
— Como as pedras eram enormes, ela ficou muito assustada — contou Martinelli.
O município, que decretou situação de emergência, deverá receber a visita do governador Tarso Genro nesta quinta-feira. Foi autorizada a compra de 37 mil telhas. Nesta quarta, uma fila se formou diante da Câmara de Vereadores para receber lonas a fim de cobrir os telhados incompletos. Outras cidades da região também registraram danos.
____________________________________________________________________________________________
RONIMAR C DOS SANTOS
PY3CV

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

REDE EMERGÊNCIA

                   REDE EMERGÊNCIA 




Caros Colegas ,


        Após ter participado no curso da REDE EMERGÊNCIA REER  no último final de semana em Morretes 25/08/2012, fiquei aqui pensando durante a semana como demonstrar aplicação deste modo em apoio as atividades emergências, mas vi que o sistema já possui alguns itens que podem auxiliar em muito as atividades de comunicação de emergência como já descritas no Brasil e Outros locais:

Aplicações/ vantagens:

 1 -  Utilização da  Frequência  145.570 mhz especifico para APRS para envio de dados de  posição geográfica das estações, mensagens, informações climáticas, auxiliando ENVIO DE MENSAGENS alem daquelas utilizadas na simulação 144/145/146(fonia);.

 2 - Localização das estações On-line no ato do evento,  ajudando no gerenciamento da crise junto as equipes para minimizar o tempo de chegada ao local do evento e repassar informações as autoridades competentes;




3 - Ajuda no preenchimento dos LOGS, onde você poderá consultar em qualquer local / momento os relatos de um evento para  conhecimento de todos os participantes da REDE conforme exemplo a seguir;


4 - Sistema  com software aberto e  Gratuito a Radioamadores para rastreamento de estações móveis ( terrestres, marítimas e áreas).

5 - Aplicação em situações de Calamidade como está ocorrendo hoje 29/08/2012  para acompanhamento das estações  e o FURACÃO  ISAAC na região NEW ORLEANS - USA.
                vide link : cidade NEW ORLEANS   http://pt.aprs.fi/#%21addr=new%20orleas  

                                            Furação ISAAC     http://pt.aprs.fi/#%21mt=roadmap%26z=11%26call=a/ISAAC%26timerange=21600


           Pode-se verificar várias estações pluviométricas nível do mar assim como estações climáticas WX, aplicações são inumeras!


6 - Sistema pode ser utilizado com internet, rede de dados Móvel e  VIA RÀDIO SEM INTERNET ( UTILIZAVEL NAS OCASIÔES EMERGÊNCIAIS) utilizando apenas 1 rádio ligado a uma interface/ Notebook oque atualmente felizmente os preços caíram oque facilita sua aquisição !

( UTILIZAÇÃO TAMBÉM DE TRACKER  OU RÁDIOS ESPECÍFICOS )


      Meus  amigos, todos  sabemos que no  ano passado tivemos um evento de grandes proporções em MORRETES como muitas perdas materiais, e graças a DEUS como poucos mortos se comparado a região Serrana como foi comentado durante a Curso, nós como radioamadores sempre fomos solicitados como força de reserva e nesta situações e não é demais sabermos sobre outros modos alem daqueles sabidamente utilizados os quais  podem nos auxiliar nestas ocasiões  alem do  Simplex, Repetidoras VHF, assim como HF em 80 e 40mts.


   Com certa frequência alguns de vocês já deve ter me ouvido falar sobre o  modo APRS  no rádio rsrsr, sempre  comentando talvez seja tentar explicar  que o sistema não é difícil  com fácil utilização se  comparado ao velho PACKET-RÁDIO ,  apesar de tambem gostar de DX, QSO entre outros.

  Atualmente adotei este modo com ajuda de outros colegas que  vem me ajudando muito,  e sem eles não seria possível  tocar este projeto , oque ao meu vêr de  grande utilidade no apoio a estas situações, sei que alguns não se interessam outros ficam curiosos e não perguntam , mas  alguns bem poucos até perguntam mas acredito que se questionam "deve ser caro,  difícil de usar",  , posso dizer a vocês É FÁCIL E PRATICO e NÂO É CARO  é só começar para ver PODEM PERGUNTAR PARA QUEM JÁ UTILIZA!

   A todos aqueles que participaram do Curso ou não!, estendo o Convite a participarem e procurarem conhecer mais sobre o APRS, e caso mudarem de ideia podem perguntar, dentro do possível estarei  a disposição em auxiliar .


mais informações: site LABRE -PR 

 ARPA PARANA


APRSBRASIL


73 a todos de PY5FOC - Fábio,